11/24/2014



Quadrinhos Eróticos…entre a pornografia e o erotismo



É preciso aprender a diferenciar a pornografia do erotismo. No caso dos Quadrinhos essa distinção é quase óbvia, pois o quadrinho erótico de autor apresenta uma qualidade inconfundível. Nos desenhos de inegável qualidade artística, no estilo próprio e na concepção estética dos gênios criativos de Manara, Crepax ou Pichard, só para falar dos mais conhecidos. A criatividade não deve limitar-se ao grafismo mas deve ser extensiva ao roteiro e ao enredo das histórias. No entanto, não existe uma regra, nada é absoluto, pois conceitos de estética e de bom gosto são relativos e inerentes à individualidade e ao repertório cultural das massas ou das elites. Neste sentido, tomei a iniciativa de divulgar alguns textos importantes já disponibilizados na web. Compartilhem comigo o primeiro deles.

Pornografia e erotismo nas Histórias em Quadrinhos

Erotismo ou pornografia, um dilema ou silogismo disjuntivo que sempre é trazido à baila quando se trata do tema dos QUADRINHOS ERÓTICOS.Uma primeira distinção a fazer-se é de cunho etimológico, haja vista que o termo PORNÔ tem origem no idioma grego, traduzindo-se por PROSTITUTA.Ora, a prostituta vende sexo, lucra com seu corpo; do mesmo modo, pode-se dizer que o Quadrinho, bem como qualquer manifestação cultural adjetivável como pertencente à categoria pornográfica, teria sido produzia objetivando tão somente o lucro fácil e imediato, constituindo-se numa produção meramente comercial.Disto percebe-se a impossibilidade de existência de uma Quadrinho de autor pornográfico, cabendo tal adjetivação apenas ao dito Quadrinho de linha de montagem, Quadrinho comercial ou industrial, feito por equipes anônimas com o fito econômico em mente, pasteurizado e ascético, impessoal, com imagens explícitas.Por outro lado, o Quadrinho de autor, a exemplo do cinema de autor, poderia ser adjetivado de erótico.No Quadrinho erótico de autor, encontra-se o estilo, as posições políticas, estéticas, as preferências sexuais do autor, reflete a personalidade do artista, é pessoal como o trabalho de um Crepax, Pichard, Manara.São obras de arte nas quais se sente a presença, a mão, a mensagem do artista que as criou, o que permite a identificação, o encontro do leitor com seu autor preferido por meio da obra quadrinhizada.Flávio Calazans – Publicado em 22.09.2003

8/30/2014

Claudia Christiani é uma fina e recatada dama da alta sociedade. Sexualmente reprimida, reage com repulsa ao assédio dos homens, especialmente ao do doutor Fez, um amigo de seu marido. Porém o que ela não imagina é que existe uma máquina capaz de encher de luxúria até mesmo a mais fria das criaturas. Com uma pequena ajuda - não exatamente requerida - do velho Fez, Claudia logo se...



8/24/2014

7/06/2014


hqe por Valentinepaz

Bem-vindo ao Universo dos Quadrinhos Eróticos e Adultos

6/06/2014

5/20/2014

Qual a personagem mais sexy das Histórias em quadrinhos?
                                Via Uol



5/12/2014

EROTIC COMICs

Uma visão geral do erotismo e pornografia adulta em quadrinhos


Na Inglaterra, os quadrinhos eróticos "Janet at War" por Norman Pett, ajudaram a levantar a moral dos soldado britânicos durante a segunda guerra mundial.

Os Melhores quadrinhos eróticos por grandes artistas

5/04/2014

Azul é a cor mais quente

“Azul é a cor mais quente”

Confira as ilustrações da HQ que inspirou o longa
Clémentine tinha 15 anos quando avistou Emma na rua pela primeira vez entre transeuntes apressados. Apesar de lutar contra o turbilhão de sensações que lhe vinham à tona cada vez que pensava na misteriosa Emma e seus cabelos azuis, Clémentine sabia que não poderia controlar seus desejos por muito tempo. Enfrentando os olhares alheios e a moral vigente, Clém entrega-se a essa intensa relação, descobrindo sua sexualidade e seu lugar no mundo.
É esse o enredo da história em quadrinhos adulta Azul é a cor mais quente (Le bleu est une couleur chaude). A obra, escrita e desenhada pela francesa Julie Maroh, serviu de inspiração para o longa vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes deste ano, La vie d’Adele (Azul é a cor mais quente) do diretor franco-tunisiano Abdellatif Kechiche.
Desde a estreia em Cannes, onde foi bem recebido, o  filme causou alvoroço por conter longas e picantes cenas de sexo protagonizadas por Adèle Exarchopoulos, atriz que interpreta Adèle – a Clémentine dos quadrinhos – e Léa Seydoux, que vive Emma.





5/03/2014


Quadrinhos: Revolução, Milo Manara



Kay é uma dançarina profissional que vai participar de um teste para um programa televisivo e, durante a ´´entrevista´´ com o diretor artístico, é seqüestrada por um grupo revolucionário. Enquanto isso, do outro lado da cidade, um redivivo Robespierre está realizando uma nova Revolução Francesa, onde as cabeças que rolam da guilhotina não são mais as de uma nobreza corrupta, mas sim as de todo um novo Olimpo televisivo: jornalistas, diretores, publicitários, ninguém escapa da voraz máquina de matar. Kay precisa usar toda a sua habilidade corporal e sua sensualidade para poder salvar seu pescocinho.
Além do refinado traço de Milo Manara, Revolução oferece uma crítica contundente ao sistema de celebridades televisivas que toma nosso cotidiano, atingindo tanto o público fã do quadrinho erótico europeu quanto o leitor interessado na crítica das mídias modernas.




9/18/2013

Oito webcomics sensuais para ler com a porta trancada

Oito webcomics sensuais para ler com a porta trancada

Medical treatment

Medical treatment

Giovanna Casotto


Poucos quadrinhos eróticos são tão explícitos como aqueles desenhados pela italiana Giovanna Casotto, espécie de embaixatriz italiana do sexo ao lado da atriz pornô Ilona Staller, a famosa Cicciolina. Em uma área dominada por profissionais do sexo masculino, Casotto obteve reconhecimento e sucesso pela Europa e Estados Unidos com suas ilustrações impecavelmente realistas. E a maneira como atinge esse elogiado realismo só serve para aumentar o interesse da crítica e, especialmente, dos leitores: ela tira fotos de si própria nas mais variadas posições para depois utilizar como base de seus desenhos. Quer mais? Nas palavras dela: ´´Minhas histórias têm inspiração em meus sonhos, no que gostaria de experimentar e no que já experimentei…”.

Snap Shots

Get Free Shots from Snap.com

Arquivo do blog

Colaboradores